Antes de adotar um animal...

Existem algumas coisas que você precisa levar em consideração antes de adotar. Isso com certeza vai reduzir as chances de arrependimento ou mesmo evitar uma dor desnecessária para ambos, anota aí:

Adoção é um ato lindo, mas não pode ser feito no impulso ou apenas por indicação de terceiros. Mesmo que esse “terceiros” seja alguém de confiança como o veterinário. Adoção é um ato sério que precisa ser pensado com antecedência. Você deve fazer uma lista com o trabalho extra que terá (como limpar caixa de areia, trocar água e comida, quem poderá ficar com ele em um caso de viagem ou se poderá levar), deve incluir gastos extras como vacina, alimentação, brinquedos, petiscos, areia e uma reserva para emergências.

Pense no seu ritmo pessoal, quanto mais filhotinho mais ativo é o animal. As vezes o que você busca é um animal bem ativo mesmo, que goste de correr pela casa, brincar de dar bote (gatos) ou quer companhia para fazer caminhadas ou corridas leves (cachorros). Animais adultos têm um ritmo menos acelerado e os idosos são os mais calmos.

De forma geral fazemos a seguinte indicação: animais filhotes são ótimos companheiros para crianças (pois gastam as energias juntos) ou pessoas bem ativas. Animais adultos para pessoas com ritmo mais desacelerado e gostam só de um “pico” ou outro de atividade. Por fim, animais adultos e idosos são ótimos companheiros para idosos e pessoas mais tranquilas, calmas e que não querem muitas atividades.

É preciso conhecer a personalidade do animal antes de adotar. Adoção não é sistema de roleta russa, converse com o doador e fale do seu ritmo de vida e que tipo de animal você gostaria de ter ao seu lado. Certamente ele saberá indicar algumas opções que têm personalidade compatível com a sua.

Animais filhotes brincam de roer. Normalmente os gatos querem dar umas roídas nos pés dos humanos, arranham sofá, box da cama, brinquedos e o que mais você falar para não fazer. Isso faz parte da idade. Crianças não passam pela fase de colocar tudo na boca e a gente tem que ficar de olho para eles não engolirem? Com os animais filhotes também precisamos ficar atentos. Os animais adultos são mais tranquilos e tem suas manias próprias (quando você adota adulto, o doador já te diz quanto tempo em média ele dorme, tipo de comida que gosta, do que gosta de brincar, etc), já os idosos normalmente sentem mais frio, mas não exigem grandes cuidados. Normalmente também são bem calmos e muito carinhosos.

Converse com os membros da família e veja se todos estão de acordo em ter um animalzinho em casa. Ao adotar sem conversar com quem vai conviver com o animal pode trazer grandes discussões, brigas e gerar um estresse desnecessário. Animais são sinônimos de amor, não de ódio.


Gratidão por estar conosco! Precisamos e pedimos que compartilhe para podermos alcançar mais pessoas e assim espalhar nossos artigos a favor da causa animal.

29 visualizações

Colaborador

69524533_443244186272697_381744888066080
71850565_996543657389730_270500601259465
26903629_1542510085833022_67302859417342
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon