Por que vermifugar gatos?

Atualizado: 22 de Mai de 2019

Sabia que dar vermífugos para gatos é tão importante quanto ter a vacinação deles em dia. A falta de vermifugação pode causar doenças graves no seu gatinho. É muito importante vermifugar seu gato desde filhote, a partir dos 60 dias de idade, assim ele vai adquirindo imunidade contra doenças causadas por vermes. Hoje em dia é muito comum ver gatos sofrendo com endoparasitas (parasitas que acometem e atuam na parte interna do animal, como vermes, tênias e lombrigas).

A vermifugação também conhecida como desparasitação, é a única maneira de manter seu gato protegido contra os vermes, e imune às doenças causadas por eles. 

Há quem ignore esse procedimento, por achar que ter um gato caseiro é sinônimo de ter um gato imune, mas não se engane, é muito fácil que ele sofra contágio por contato indireto, como ao ingerir carne crua ou beber água contaminada, por exemplo.

Quais os tipos de vermes em gatos?


Os gatos são suscetíveis a vários tipos diferentes de vermes, mas os mais comuns são ancilostomídeos, que causam amarelão, nematodas, conhecidas como lombrigas, cetodas, também chamadas solitárias, e os parasitas cardíacos. 

É válido dizer que existem alguns tipos de vermes que também são prejudiciais a humanos e a outros animais de estimação, por isso, todo cuidado é pouco.

É possível encontrar nos veterinários vermífugos que abranjam os principais vermes, mas a maneira mais acertada de escolher é solicitando um exame de fezes ao veterinário, já que remédios eficazes para um tipo de verme podem não ser tão eficazes para outro.

Quais os sintomas da infestação?


Por natureza, qualquer tipo de verme debilita o organismo do hospedeiro, e entre os sintomas mais comuns em gatos infectados, pode-se destacar: diarreia, vômito , cansaço, sonolência, perda de peso, diminuição ou perda de apetite, retardo no crescimento, mucosas esbranquiçadas, redução da imunidade e alteração no volume das fezes.

Saiba, porém, que não é preciso esperar que seu gato apresente tais sintomas para agir. Vermifugar os gatos com frequência é o melhor modo de prevenir que eles sofram com qualquer um desses sintomas.

Quando e com que frequência vermifugar?


O ideal é que a primeira vermifugação seja feita em três doses: a primeira quando o gatinho tiver 60 dias de vida, a segunda com 75 dias e a terceira com 90 dias de vida. A partir disso, o veterinário pode sugerir complementar o vermífugo com uma dose uma vez a cada 6 meses. No entanto, só é possível determinar a frequência ideal observando alguns aspectos, como o ambiente em que o gato vive, se ele tem contato com outros animais, se ele costuma passear pela vizinhança, se é caseiro, etc.

Dicas        


Mesmo buscando informações sobre o assunto, lembre-se de que consultar um veterinário é indispensável. Até porque, como vimos, existem inúmeros tipos de vermes, e inúmeros tipos de remédios disponíveis, e somente um especialista poderá analisar qual o tipo e a frequência ideal para o seu pet.

Além dos conhecidos vermífugos em comprimido, existem as versões em tablete mastigável, líquido ou tópico, para aqueles gatinhos que dão trabalho para engolir remédio.

Lembre-se de considerar a idade e peso do seu gato ao administrar as doses, pois se for dada a dosagem errada para o seu gato, ele corre risco de intoxicação por vermífugo, especialmente se ele for muito novo e/ou estiver debilitado.

Mantenha o local onde o gato vive sempre limpo e higienizado, e não se esqueça de lavar a caixa de areia com frequência. Essa medida, por si só, já ajuda a manter os vermes longe do seu amiguinho.

86 visualizações

Colaborador

69524533_443244186272697_381744888066080
71850565_996543657389730_270500601259465
l-fotor-black03 500x500.png
26903629_1542510085833022_67302859417342
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon